Páginas

4 de jan de 2015

Auto-sabotagem digital - Empresas que não crescem e porque.

Muitos nos procuram para que façamos alavancar seus negócios através das ferramentas de Marketing Digital. Antes de mais nada é preciso conhecer o produto (ou serviço) que a pessoa vende, mas não é só isso, eu me atrevo a dizer que isso é o de menos. O mais importante é conhecer como essa empresa trabalha.
Todo produto existe porque foi criada uma necessidade que ele satisfaz. Ok, mesmo que existam 1001 empresas fabricando esse mesmo produto, ainda assim, se você fizer tudo direito terá sua porção do mercado, isso é uma questão de força trabalho unida a inovação, mas também é uma questão de adaptação às mudanças no cenário do mercado.
A resistência dos empresários ou autônomos em inovar ou se adaptar ao novo mercado e ao novo público-alvo (se necessário) chega a ser absurda. 
Vou listar algumas das atitudes que muitos clientes que damos consultoria tem medo de tomar:
  • Mudar de público-alvo:
É óbvio que o tempo passou, o empresário não inovou e seu negócio ficou obsoleto para seu antigo público, mas ele se apega aos resultados passados e insiste no erro, enquanto que existe outro nicho de mercado necessitando do seu produto, mas o medo de seu produto se tornar "comum" o faz perder tempo e dinheiro com ações de Marketing Digital, mídia impressa, assessoria de imprensa e tudo o mais que lhe oferecem. Em um esforço contínuo para recuperar seu passado, acaba perdendo seu negócio.
  • Baixa auto-estima
Com os autônomos como terapeuta, coach, escritor, artista etc.; acontece muito. Estamos numa época em que os autônomos precisam e devem usar as redes sociais o máximo que puderem para mostrar seu trabalho, gerando o máximo de conteúdo (próprio) possível e interagindo de forma a não cair no esquecimento, mas falta coragem, auto-estima, amor-próprio. 
É até engraçado que pessoas que ajudam pessoas possam ter vergonha de se expor, mas se fosse só a vergonha tudo bem, eu vejo uma falta de confiança no seu trabalho e ai vem aquela velha história de que nos veem como nos vemos. Quem não confia em si mesmo e no seu talento precisa primeiro trabalhar isso em si mesmo. Não tem ação de marketing que dê conta de enganar as pessoas por muito tempo. 

Esses são alguns exemplos e temos outros muitos, mas fica para outro dia.

Essa é o primeiro artigo de 2015. Portanto um bom ano para todos os leitores e pensem alto, expandam a visão, olhem de outros ângulos! Sucesso!!

Patricia D. Pollone
Consultora de MKT Digital
www.patestudio.com.br
 55 11 96331 9779 (Whats app)